Esfregar as mãos com sabão algumas vezes ao dia não é só uma indicação para evitar doenças como a gripe. Para a virose, tão comum nesta época do ano, também é fundamental.

Se você foi uma das pessoas que voltou das férias e foi direto para o posto de saúde ou a um hospital com sintomas como náuseas, vômitos, dores abdominais e diarreias, fique tranquilo, você não está sozinho. Intoxicação alimentar, alergia e dor de ouvido são alguns dos casos mais comuns que ocorrem.

Mas, afinal, o que é virose? Acabamos chamando todos os tipos de infecções alimentares de viroses. Mas elas podem ser causadas por bactérias ou por vírus. A contaminação pode acontecer durante o preparo ou conservação de alimentos. Por isso, começamos a matéria falando mais uma vez da importância de lavar as mãos.

Alta temperatura

As contaminações ocorrem com mais frequência no verão porque, ao mesmo tempo em que as temperaturas aumentam, cresce a exposição às doenças relacionadas ao consumo de alimentos mal conservados.

Os micro-organismos se multiplicam rapidamente em temperaturas ao redor dos 37°C. Eles liberam toxinas que provocam os sintomas das intoxicações alimentares. Em casos específicos, também levam a doenças sérias, como a hepatite.

Crianças mais vulneráveis

O forte calor e os hábitos fora de rotina na praia são grandes vilões para provocar desidratação e viroses, principalmente nas crianças. E para elas os sintomas são mais graves. Por isso, é importante que os pais fiquem atentos à higiene dos filhos.

Uma dica é tomar soro caseiro. Porém, o soro deve ser ministrado em quantidades pequenas várias vezes ao dia.

Dicas do Umi Cozinha Oriental:

-Lave sempre as mãos.
-Limpe bem utensílios e superfícies como tábuas de corte e facas.
-Beba muita água.
-Cozinhe bem os alimentos.Temperaturas acima de 74ºC eliminam os micro-organismos causadores das intoxicações.
-Após a refeição ou preparo dos alimentos, conserve-os em geladeira, mesmo que ainda estejam quentes. A temperatura da geladeira deve estar entre 4 a 10ºC.
-Descarte os alimentos preparados depois de dois dias de geladeira.
-Observe se os atendentes de restaurantes e barracas de praias lavam as mãos constantemente. Quem manipula alimentos não deve receber o dinheiro.
-Picolés e sorvetes não devem ter cristais de gelo na superfície
nem do pacote (externo).
-Evite a automedicação.

Receita para Soro Caseiro

– Água: 1 litro
– Sal de cozinha: 1 colher de chá rasa – equivale a cerca de 3,5g.
– Açúcar: 2 colheres de sopa cheias – equivale a cerca de 40g.

Modo de preparo:

Misture bem os ingredientes dentro de uma jarra. O soro pode ser ingerido a cada 30 minutos.

Aqui no Umi o nosso maior cuidado é com a sua saúde. Esperamos por você nessa temporada.