A temporada oficial das Baleias Francas no litoral sul catarinense está aberta e Laguna figura entre as três principais cidades onde é possível avistar estas gigantes, entre julho e novembro.

A cidade integra também a Rota da Baleia, idealizada através de parceria entre o Sebrae, governos locais, governo estadual e iniciativa privada.

Em Laguna, os principais locais são a Pedra do Iró, em frente ao Laguna Tourist Hotel, Pedra do Frade (Morro do Gi) e Farol de Santa Marta. Segundo o responsável pela Associação de Guias da Área de Proteção Ambiental da Baleia Franca, Júlio Vicente, no ano passado entre a Pedra do Frade e Itapirubá tiveram cerca de 90 avistamentos de Baleias Francas.

Nas últimas temporadas, tem sido cada vez mais comum a entrada de Baleias Francas no canal dos Molhes, em Laguna. Dali é possível ver os cetáceos acerca de dez metros de distância. O local é perigoso por causa do risco de encalhe, devido a baixa profundidade. No ano passado uma mãe com seu filhote entraram no canal, mas com auxílio da Polícia Ambiental e Bombeiros, elas conseguiram sair.

Dicas e cuidados para observação de baleias:

As Baleias Francas começaram a chegar no mês de julho e o auge de avistamentos costuma ocorrer em setembro. Para um melhor avistamento por terra, na beira da praia, nos mirantes ou sobre as pedras, recomenda-se o uso de binóculos ou câmera com lente tele-objetiva.

As pessoas precisam ficar atentas aos subir nas pedras para observação, buscar locais secos e protegidos. Não é permitido oferecer alimentos ou atirar objetos na água. Se estiver na água, nadando ou surfando, não é seguro nadar na direção das baleias.

O que você pode ver na observação de baleias?
As Baleias Francas nadam com seus filhotes quase sempre aos pares, muito perto da praia, com seus movimentos de levantar caudas e balançar as nadadeiras, dando seus monumentais esguichos em formato de V, e, muitas vezes, realizam saltos em que expõem o corpo inteiro fora d´agua.

banner_mapa_baleia-01

Baleias aquecem o turismo na baixa temporada.
Receptivos de turismo e guias especializados se preparam para receber os turistas desta temporada com passeios integrados. Além da avistagem de baleias por terra em pontos fixos, o roteiro oferece também obervação de botos que praticam a pesca cooperativa, patrimônio natural de Laguna, e outros pontos turísticos, como o centro histórico tombado pelo Patrimônio Nacional, também em Laguna, os Museu e Centro Nacional de Conservação da Baleia Franca, em Imbituba, além de restaurantes especializados em frutos do mar.

Os Botos e o centro histórico de Laguna são atrativos que fazem o diferencial e complementam esta rota”, destaca Márcia Godinho, consultora de marketing turístico do Sebrae.

A Associação de Guias da Área de Proteção Ambiental da Baleia Franca – APABF oferece opções de passeios para um ou dois dias. “Temos parceria com a maioria dos hotéis, pousadas e restaurantes da região e o Umi Cozinha Oriental é um deles”, reforça o guia e responsável pela associação, Júlio Vicente.

Segundo dados da Associação, os visitantes que mais procuram pelo turismo de observação aqui na região são dos estados de São Paulo, Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Paraná. Entre os estrangeiros, os alemães são maioria.

Clique aqui e acompanhe as atividades do projeto através da fanpage do projeto.

Outros contatos:
Associação de Guias APABF – 9948-2224/9977-6352 (receptivobaleias@hotmail.com)
APA da Baleia Franca – (48) 3255-6710
Projeto Baleia Franca – (48) 3255- 2922 / Site: www.baleiafranca.org.br

E você? Está vendo muitas baleias nessa temporada? Conte pra gente.